Eletrônicos, Mobile, Sem categoria

Os Principais lançamentos do evento Microsoft da ultima Terça-feira.

Surface Pro 4

SurfacePro

O Carro-chefe da conferência da Microsoft nesta terça-feira (6) foi o tablet Surface Pro 4, a nova geração da central de produtividade da empresa.

O aparelho é vendido como um programa definitivo para quem precisa trabalhar, assistir a vídeos ou escrever recados e documentos, entre muitas outras funções.

A própria Microsoft apresentou o dispositivo como “aquele que vai aposentar seu laptop”, já que ele reproduz em hardware e funções boa parte dos atrativos de um notebook. Vale lembrar que, ao mesmo tempo, ela também introduziu o Surface Book.

Aprimorado em tudo

O Surface Pro 4 é mais fino e leve do que a geração anterior, além de possuir uma tela maior e de mais resolução. Apesar da nova medida de display, o tamanho do dispositivo continua o mesmo em relação ao Surface Pro 3.

Segundo a própria Microsoft no evento, ele é 30% mais rápido do que o Surface Pro 3, além de ter “50% de vantagem” em relação ao MacBook Air — seja lá o que isso signifique. A concorrência maior no mercado, entretanto, deve ser com o iPad Pro, enquanto o concorrente do Macbook Air deve ser o Surface Book.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Windows 10 Pro
  • Tela: 12.3” PixelTouch display (2736 x 1824 pixels e 267 ppi)
  • Processador: Intel Skylake Core M3, i5 ou i7
  • Memória RAM: 4 GB, 8 GB ou 16 GB
  • Armazenamento interno: SSD de 128 GB, 256 GB, 512 GB ou 1 TB
  • Conectividade: WiFi 802.11a/b/g/n e Bluetooth 4.0
  • Câmeras: 5 MP frontal (HD) e 8 MP traseira (grava em 1080p)
  • Placa de vídeo: Intel HD graphics 515 (M3), Intel HD graphics 520 (i5) ou Intel® Iris graphics (i7)
  • Bateria: até 9 horas de reprodução de vídeo
  • Medidas: 292,1 x 201,4 x 8,45 mm
  • Peso: 766 g (M3) ou 786 g (i5 e i7)

Novidades:

Caneta com borracha

A Microsoft ainda apresentou um novo acessório para o tablet: a nova geração da caneta Surface Pen, com alta variedade de cores. O primeiro grande destaque dela é a presença de uma “borracha” em uma das extremidades para apagar anotações ou desenhos que estejam incorretos.
A caneta ainda conta com uma bateria que dura um ano inteiro e armazenamento magnético — ou seja, ela “gruda” na lateral do Surface, facilitando o armazenamento e impedindo que você perca ela facilmente. Ao pressionar o botão no acessório, a Cortana é ativada.

Novo Dock

Já o novo dock do Surface Pro é conectado via cabo com o tablet e conta com quatro entradas USB 3.0, dois conectores DisplayPort 4K e um cabo Ethernet, além de ser retrocompatível com o Pro 3.

Type Cover

SurfacePro2
O teclado que é também uma capa protetora não deve em nada para notebooks, com um sistema de teclas que permite uma digitação rápida e sem fazer muitos ruídos. Ainda assim, essa é a Type Cover mais fina já feita pela empresa.
Essa nova versão pode ser dobrada na ponta, deixando o teclado com uma leve angulação na diagonal. Dessa forma, ele fica mais estável para digitação e contem um Trackpad de vidro 40% maior que o anterior e com até cinco pontos de multitoque, sendo tambem o mais preciso ja lançado pela microsoft.

Disponibilidade

O tablet Surface Pro 4 teve a pré-venda iniciada terça-feira (6), com envios e vendas iniciando em 26 de outubro a partir de US$ 899 (cerca de R$ 3,4 mil na cotação atual) . Os acessórios serão vendidos separadamente.

Surface Book

surface-book1

Com um design bem bonito e hardware que promete alto desempenho para usuários profissionais e que precisam de produtividade sem engasgos — incluindo editores de imagens, de vídeo e trabalhadores que precisam de aplicativos ainda mais pesados.

Tela para todo ambiente

Um dos grandes destaques do aparelho está na tela de 13,5 polegadas que foi integrada ao aparelho. Destacável, ela conta com resolução de 3000×2000 pixels resultando em um total de 267 pixels por polegada de densidade — o que é excelente para a reprodução de vídeos, fotos e também outras aplicações para os usuários mais exigentes.
Como se trata de uma tela sensível ao toque, os consumidores podem fazer a utilização das funções executadas pelo aparelho como um tablet comum. Além disso, ainda existem as funcionalidades trazidas pela Surface Pen apresentada com o Surface Pro 4 — permitindo uma interação bem mais completa para os consumidores.

Teclado silencioso e trackpad avançado

Como estamos falando de um aparelho voltado ao mercado profissional, não é difícil imaginar que o teclado dele também precisa oferecer boas possibilidades aos usuários. Eles ainda apresentam iluminação por backlit para facilitar que os textos sejam escritos em ambientes menos iluminados.
A Microsoft também trouxe um sistema de teclas leves e silenciosas, que garante uma digitação muito mais confortável do que a vista em outros concorrentes. Vale dizer que a fabricante diz ter trazido o conhecimento agregado pelos teclados ergonômicos para melhores resultados no Surface Book.


Abaixo do teclado, é possível ver outra novidade de alto nível no notebook híbrido. Ele traz um trackpad revestido por vidro para que os dedos dos usuários deslizem com muito mais velocidade e precisão. A Microsoft promete uma utilização muito mais fluida do que a vista em notebooks com trackpad poroso.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Windows 10 Pro
  • Tela: 13,5 polegadas
  • Resolução: 3000×2000 pixels
  • Densidade de pixels: 267 ppi
  • Processador: Intel Core i5 ou Intel Core i7 (sexta geração)
  • GPU: Intel Graphics 520 ou NVIDIA Graphics 8G
  • Memória RAM: 8 GB ou 16 GB
  • Armazenamento: 128 GB, 256 GB, 512 GB ou 1 TB (SSD)
  • Bateria: até 12 horas (reprodução de vídeo)
  • Câmera traseira: 8 megapixels
  • Câmera frontal: 5 megapixels
  • Conexões: 2 x USB 3.0; leitor de cartões SD; Mini DisplayPort
  • Conectividade: Wi-Fi (802.11 ac), Bluetooth 4.0
  • Sensores: luminosidade, acelerômetro, giroscópio e magnetômetro
  • Dimensões: 312,3 mm x 232,1 mm
  • Espessura: 22,8 mm
  • Peso: 1,516 kg

Preço e disponibilidade

Nos Estados Unidos, os novos Surface Book vão começar a ser vendidos no dia 26 de outubro — sendo que as pré-vendas já começam no dia 7 do mesmo mês. A versão mais básica do aparelho custará US$ 1.499 (R$ 5.891, na cotação do dia 5 de outubro). Ainda não existe previsão da vinda dele ao Brasil.

Lumia 950 e Lumia 950 XL

lumias

Estes dois modelos chegam ao mercado com hardware de alto nível e prontos para competir com os grandes nomes disponíveis atualmente nas lojas. E não é apenas nos componentes internos que o aparelho se destaca, pois ele também traz algumas funcionalidades bem interessantes para os consumidores que estão em busca de algo novo nos portáteis.

Novas dimensões de tela

Como você pode imaginar pelo nome dos aparelhos, o Lumia 950 XL(Extra Large) é uma versão maior do Lumia 950. Sendo o Lumia 950 com tela de 5,2 polegadas e o 950 XL, com 5,7 polegadas ambos em dimensões maiores que o 930.

lumias 2

Uma novidade bem interessante está na chegada dos botões “on-screen”, que são acessos emulados na própria tela para o acessar de menus, ralizar pesquisas e voltar. O display dos dois aparelhos é de OLED, o que garante brilho excepcional até mesmo em ambientes com maior luminosidade.

Hardware

Estes dispositivos da Microsoft foram preparados para que fizessem parte do mais alto segmento de smartphones da atualidade, competindo com os tops de linha de outras fabricantes — incluindo modelos Android e iPhones. Não é à toa que a empresa norte-americana escolheu os processadores mais potentes do mercado para equipá-los.

O Lumia 950 XL é o mais poderoso dos dois e chega às lojas com o processador Qualcomm Snapdragon 810 — também vista nos novos Google Nexus 6P. Já o Lumia 950 traz uma versão um pouco menos robusta do chipset da Qualcomm, mas ainda assim um componente de altíssimo nível: o Snapdragon 808 — também usado no Nexus 5X.

Quando partimos para os recursos de memória,  ambos os modelos surgem com as mesmas possibilidades para os consumidores. Isso significa que eles terão 3 GB de memória RAM e 32 GB de capacidade de armazenamento — com mais 2 TB de armazenamento pelo OneDrive. A câmera PureView de 20 megapixel também está presente nos dois dispositivos e você poderá ver mais detalhes em seguida.

Especificações:

Lumia 950

  • Tela: OLED de 5,2 polegadas
  • Resolução: 2560×1440 pixels (Quad HD)
  • Densidade de pixels: 518 ppp
  • Processador Qualcomm Snapdragon 808 hexa-core
  • 3 GB de memória RAM
  • Armazenamento interno de 32 GB (expansível com cartões micro SD)
  • Câmera de 20 MP PureView com botão dedicado
  • Câmera frontal de 5 megapixels
  • Bateria removível de 3.000 mAh
  • Suporte a recarga pela tecnologia Qi Wireless
  • Conexão USB tipo C

Lumia 950 XL

  • Tela: OLED de 5,7 polegadas
  • Resolução: 2560×1440 pixels (Quad HD)
  • Densidade de pixels: 564 ppp
  • Processador Qualcomm Snapdragon 810 octa-core
  • 3 GB de memória RAM
  • Armazenamento interno de 32 GB (expansível com cartões micro SD)
  • Câmera de 20 MP PureView com botão dedicado e flash triplo
  • Câmera frontal de 5 megapixels
  • Botões laterais em alumínio
  • Bateria removível de 3.300 mAh
  • Suporte a recarga pela tecnologia Qi Wireless
  • Conexão USB tipo C

Novidades:

Câmera PureView

Os dois smartphones da Microsoft são equipados com o mesmo dispositivo de câmera. Isso significa que eles chegam às lojas com lente Carl-Zeiss e sensor de alta qualidade para capturas com até 20 megapixels — no mesmo padrão Pure View que já estamos acostumados a ver nos Lumia desde a época em que os aparelhos eram produzidos pela Nokia.

Vale dizer também que as câmeras trazem um sistema de flash com três LEDs RGB para manter a tonalidade da pele sem reflexos. A estabilização óptica fica por conta da quinta geração de estabilizadores da linha Lumia — o que deve garantir imagens de altíssima qualidade em fotografias e filmagens, que podem ser feitas com resoluções 4K.

Como já era esperado, os Lumia 950 e 950 XL não apresentam mais um número tão grande de aplicativos relacionados a fotografias. Isso acontece porque Lumia Panorama, Video Uploader, Lumia Refocus, Photobeamer, Beamer e Storyteller deixam de existir individualmente e passaram a fazer parte dos apps principais de câmera e fotos do Windows 10 Mobile.

Windows Hello

hello

Os novos Lumia também trazem desbloqueios “sem senhas”, mas bem diferentes dos que citamos anteriormente. Ao contrário do que era esperado, o Lumia 950 e Lumia 950 XL não contam com um sensor de íris. O que surgiu foi um Windows Hello (ainda em fase Beta) que permite a verificação rápida por meio da soma de reconhecimento de voz e de face.

Carregamento rápido de bateria

Apesar de as baterias serem de alta capacidade, a Microsoft promete que os aparelhos poderão ter recargas bem rápidas — graças aos recursos Quick Charge da Qualcomm, conseguidos por meio da conexão USB Type-C. De acordo com a fabricante, os Lumia podem ter até 50% da bateria carregada em apenas 30 minutos.

Preço e disponibilidade

É previsto que tanto o Lumia 950 quanto o Lumia 950 XL cheguem aos Estados Unidos em novembro. Os preços sugeridos pela Microsoft são de  US$ 549 para o Lumia 950 (cerca de R$ 2.157) e US$ 649 para o Lumia 950 XL (em torno de R$ 2.550). Ainda não existe previsão para a chegada deles ao Brasil.

Continuum

lumia-display-dock
Consiste em um Display Dock feito pela Microsoft, para “transoformar” dispositivos mobile em Desktop. Contando com três portas USB, sendo uma delas Tipo-C, uma saida HDMI e um Displayport, permitindo a conexão com um dispositivo por vez.
Enquanto o smartphone e o tablet são extremamente práticos para algumas atividades, principalmente pela mobilidade que propiciam, algumas tarefas mais complexas exigem os acessórios de um desktop (Teclado, Monitor e Mouse). O Microsoft Continuum permite que a transição entre o uso de um dispositivo mobile e uma experiência de desktop seja feita de forma fluida, direta e intuitiva.

Experiências sem interrupção com um computador de bolso

Mesmo funcionando como um computador, você pode utilizar o celular: ele não é fica bloqueado ou qualquer coisa do tipo. É possível atender ligações e abrir os mesmos apps que estão sendo utilizados através do Continuum, como quando o smartphone está ligado ao computador – com o detalhe que, desta vez, ele é o computador.
O armazenamento de arquivos é outro aspecto importante neste tipo de interação. Com as nuvens, fica muito mais fácil trocar documentos entre dispositivos, mas utilizando o seu celular como computador deixa tudo ainda mais fácil. Você não precisa, por exemplo, puxar um arquivo PowerPoint da nuvem, mexer nele no seu desktop, upá-lo novamente e baixá-lo no smartphone.
Ainda assim, é possível transferir arquivos de um pendrive diretamente para os documentos que são abertos através do Continuum pelo Display Dock – que por sinal também vem com uma entrada HDMI que oferece suporte para imagem e som em Full HD.

O futuro dos smartphones?

Microsoft-Display-Dock-block1-jpg

O smartphone deixa de ser apenas um aparelho mobile e se transforma também em computador. Pensando em grande escala, com a praticidade e a economia de espaço resultante empresas poderiam eliminar a necessidade de desktops em seus espaços de trabalho – caso as atividades permitam, claro, e sejam possíveis de ser feitas com os aplicativos disponíveis.
A tendência é que apps universais comecem a ganhar mais destaque, já que a Microsoft está incentivando os desenvolvedores a criar programas que possam ser utilizados de forma integrada nas diferentes plataformas.
Em um mundo onde computadores e componentes estão ficando cada vez menores, o Microsoft Continuum for Phones pode ser o indício de um futuro bem possível – mesmo que distante – em que os “computadores” cabem no bolso.

Microsoft Band

microsoft-band-700x507

A nova versão da pulseira inteligente continua com o objetivo de ser o acessório de quem procura manter a saúde em dia e faz exercícios físicos com alguma regularidade (ou pretende entrar nesse mundo fitness).
O nome do produto foi mantido, apesar da alta quantidade de novidades. Além de exibir notificações e ter interação com a assistente pessoal Cortana, a Band faz a coleta de dados como qualidade do sono, calorias gastas e realização de atividades físicas — e exibe tudo para você da forma mais completa possível.
Isso porque o objetivo é também conquistar o segmento da população que pratica esportes casualmente, sem ser necessariamente um atleta de alto nível. E não importa o público: ela opera bem como ciclistas, fisiculturistas, corredores casuais e por aí vai.

Para todos os lugaresmicrosoft-health-windows-phone-700x677

A Microsoft Band teve o design renovado em comparação com a primeira geração da pulseira, provando que a Microsoft ouviu as críticas do modelo anterior. O design está bastante simplificado, fazendo com que a pulseira também seja usada normalmente em um ambiente casual ou de trabalho.
A integração com a Cortana é um dos maiores adicionais dessa geração. A assistente pessoal pode interagir normalmente, mas também possui tarefas específicas — como lembrar você de que a hora do exercício já passou, por exemplo.

Especificações técnicas:

  • Tela: AMOLED (320 x 128 pixels)
  • Pulseira: TPSiV (Silicone Termoplástico Vulcanizado)
  • Medidas da tela: 32 x 12,8 mm
  • Conectividade: Bluetooth
  • Bateria: Polímero-lítio com 48 horas de uso comum
  • Resistente à água
  • Exclusivo para a sua saúde

microsoft-band-aberta-700x604

A integração dos dados com apps para computador, celular ou via Surface Pro 4 é um dos destaques da Band. A partir do método VO2, que faz parte do app Microsoft Health app, é possível fazer cálculos de desempenho, tempos de intervalo para séries, distâncias percorridas e muito mais. Nesse método exclusivo da Microsoft Band, até dados como aproveitamento de oxigênio e batimentos cardíacos são exibidos.
Outro destaque é o app especializado Lose It!, com funções especiais integradas com a pulseira Band para ajudar as pessoas a perderem peso da melhor forma possível — seja lá a mais rápida ou saudável.

Disponibilidade

A Microsoft Band opera com produtos Microsoft da família de smartphones Lumia (a partir do Windows Phone 8.1), além de dispositivos móveis Android (a partir do 4.3) ou iOS (8.2 ou superior).
A pré-venda da nova Microsoft Band começa hoje (6) nos Estados Unidos e você pode fazer a sua reserva por este link. O produto estará disponível em 30 de outubro por US$ 249.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br